O satanaz abrindo as portas do inferno!

Imagem

Nana Queiroz, essa moça bonita da foto acima, é a criadora da campanha internética #NãoMereçoSerEstuprada, em resposta aos resultados bizarros da pesquisa do IPEA. A campanha recebeu inúmeras participações de mulheres e homens que se posicionaram contra o estupro – O Satanaz também participou! -, e também os depoimentos de muitas vítimas que aproveitaram para reagir contra as violências que sofreram.

Entretanto – sempre tem um entretanto – muitas pessoas reagiram à campanha de forma raivosa. Ou questionando a eficácia da pesquisa – sem ao menos apontarem quais os seus problemas metodológicos – ou falando o que toda mulher já está cansada de ouvir – “a culpa é do estuprador, mas as mulheres também tem que colaborar se dando respeito” – ou agindo de forma deliberadamente odiosa, ameaçando as participantes da campanha e a própria Nana de estupro.

Quer começar o dia com o pé esquerdo? Leia os comentários desse texto da Nana publicado na UOL. Eu facilitarei para você reproduzindo alguns, porque sou expert em acabar com o dia dos outros! Não se engane: não é porque é primeiro de abril que o conteúdo desse post é de mentirinha.

Imagem

Muitos comentaristas se incomodaram com as fotos de algumas meninas parcialmente nuas, como a pessoa acima que acha que a roupa – ou a ausência dela – é a causa para a ocorrência de estupros. Vou nem entrar no mérito de que a maioria dos estupros ocorrem dentro de casa – no Distrito Federal 85,2% dos casos ocorrem dentro da casa do agressor ou da vítima -, e que aqueles que são cometidos por um indivíduo desconhecido no beco escuro tem muito mais a ver com a oportunidade de estuprar sem ser visto por ninguém, do que com a roupa que a vítima está usando. Uma mulher de minissaia no meio de uma multidão tem menos chances de ser estuprada do que uma mulher que tem que caminhar do ponto de ônibus até a sua casa à noite, na volta do trabalho. E acreditem, ela pode estar usando burka que não vai ser um impeditivo para o estuprador.

Fora a péssima compreensão semiótica. Algumas mulheres optaram por participar do protesto nuas para destacarem que a roupa não é a causa dos estupros, e para se empoderarem de seus corpos. Isso vai dar numa outra discussão: uma mulher que faz com o seu corpo algo que foge das expectativas do status quo vai sempre incomodar. Uma mulher nua, muitas vezes fora do padrão, que se despe fora de um contexto midiático ou carnavalesco – muitas vezes visando o deleite masculino – incomoda tanto quanto uma mulher que não corresponde aos padrões indumentários de feminilidade.

Imagem

Esse comentário tem tantos equívocos que nem sei por onde começar, então vamos ao ponto principal do autor que é “as mulheres não devem facilitar o estupro”.

Nenhuma mulher cresce sem ouvir que não deve dar chance ao azar. De todas as minhas amigas, inimigas, parentes, conhecidas, vizinhas, nunca vi uma só delas não tendo o mínimo de cuidado necessário para não sofrer violência sexual. Muitas de nós – eu inclusa – evitamos sair sozinhas à noite, evitamos roupas curtas, evitamos até entrar em um ônibus lotado, tudo para não sermos estupradas. Contudo, os estupros continuam acontecendo e os números não parecem diminuir. Qualquer uma de nós pode ser vítima de abuso, desde uma senhorinha evangélica até uma jovem panicat.

Quanto a esse lance de mulher “vulgar” não conseguir se casar, poupe-me! Como se todas nós sonhássemos com o príncipe encantado.

Imagem

Não, nós não perdemos o respeito. O respeito é nosso por direito, independente da roupa que usamos e do nosso comportamento sexual. Ser “promíscua”, beber e falar palavrão não é crime. Estuprar é.

Imagem

Um típico caso de male tears revolts com uma mulher que decidiu reagir. Mesmo se ela estivesse de burka falariam que o que ela quer é “chamar a atenção”. Próximo!

Imagem

Pobres homens! São tão fracos e são constantemente agredidos por mulheres com suas roupas curtas e seus comportamentos promíscuos! #CadêoGoverno?!

Imagem

Opa, ele está aqui. Descobrimos de quem é a culpa da violência sexual no país: do PT! Pronto, problema resolvido!

Imagem

Comunismo malvado! Desviando a atenção de coisas realmente importantes para se preocupar com a violência sexual. Who cares?

Mas então fiquem com o recado de uma das preferidas de Satã, Valeska Popozuda! #BeijinhoNoOmbro para todos os machistas. Nós, mulheres, seguiremos na resistência!

 

Imagem

Anúncios